Logo Cut Logo Fetam

Sindsepa Araras - Sindicato dos Servidores Publicos Municipais de Araras

Notícias

Projeto do Governo tenta legalizar calote no Araprev

publicado em - 17/01/2023 Canal de Notícia Alternate Text

O Governo Municipal, na ânsia de utilizar o dinheiro do Araprev (no caso do servidor), protocolou na Câmara um projeto de lei que visa comprar vidas do fundo financeiro (antigo) pelo previdenciário (novo).

Para o Sindsepa (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araras), essa alteração causará a médio e longo prazo a falência da autarquia que hoje dispõe de boa saúde financeira.

Além disso, e não menos pior, o Governo quer reduzir a alíquota que a Prefeitura e autarquias pagam de 19,70% para 14%, sendo que há pouco tempo a alíquota dos servidores ativos teve um aumento e passou de 11% para 14%.

Fica claro que o prefeito só busca ECONOMIZAR em cima dos servidores, utilizando o dinheiro que deveria garantir a aposentadoria dos trabalhadores para outros fins.

Essa prática persiste desde outros Governos que passaram pela administração pública, pois os prefeitos sempre buscam formas de não PAGAR o que devem para ARAPREV.

Vale a pena ressaltar que pagar em dia é uma obrigação e não um favor, pois o desconto é realizado religiosamente no holerite dos trabalhadores todo mês.

Para o Sindsepa, a justificativa de legalidade no projeto (de calote) o Araprev é vergonhosa, mas pior é a direção da autarquia e a maioria dos conselheiros administrativos que são coniventes com a façanha de arrombo as finanças do órgão.

O próprio Conselho Administrativo se colocou contrário à redução da alíquota patronal (da Prefeitura e autarquias), mas o Governo enviou mesmo assim para Câmara o projeto da forma que ele entende ser melhor com o texto reduzindo a alíquota patronal.

“Vemos que são medidas que DESFAVORECEM a ARAPREV e favorecem apenas o Governo atual, que busca legalizar o CALOTE e comprometer (como outros prefeitos fizeram) a aposentadoria dos servidores no futuro, quando nenhum dos atores dessa administração estarão mais na Prefeitura”.   

A bola da vez está com os vereadores, que mostrarão de que lado estão ao votar o projeto (indecente).  Se querem “ajudar” o prefeito no calote ou estão ao lado dos servidores e garantirão a aposentadoria deles no futuro.

Para finalizar é importante frisar que por este e outros motivos é preciso escolher criteriosamente o servidor que será conselheiro no ARAPREV: se o mesmo está com a categoria (que fica) ou trabalhando a favor dos interesses dos Governos (que passam!).

O servidor deve se manter mobilizado e atento aos passos do projeto que está na Câmara e a atuação de cada vereador (a).

“Juntos Somos Fortes!”
 

Endereço: Rua 7 de Setembro, 418 – Centro
CEP 13600-130
Tel: (19) 3542-6479