Logo Cut Logo Fetam

Sindsepa Araras - Sindicato dos Servidores Publicos Municipais de Araras

Notícias

Tribuna da Câmara: Sindsepa aborda falhas na Rede Municipal de Educação

publicado em - 11/03/2022 Canal de Notícia Alternate Text

O Sindsepa (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araras) ocupou a tribuna da Câmara dos Vereadores para expor falhas na rede de ensino. A sessão ocorreu nesta segunda-feira (7).

A diretora do Sindsepa, Eliana Ferreira Lopes, que também é presidente do Conselho Municipal de Educação, afirmou que Araras não está respeitando o número máximo de alunos por turma. “O número de alunos é grande para o espaço físico, as salas estão abafadas e apertadas, o que impede um bom padrão de qualidade no nosso ensino”, afirmou.

Outra denúncia grave foi a falta de monitores para atendimento dos alunos nas EMEIs e na educação especial. “Não são suficientes para atender a demanda da Secretaria e nem há previsão de novos concursos, eles são extremamente necessários para ajudar nas necessidades dos alunos”.

Eliana também explicou na Tribuna da Câmara que o aluno no ensino integral reduz o número de vagas e não há funcionários suficientes para atender a todos, uma vez que os servidores trabalham 8 horas diárias e as escolas integrais atendem alunos por mais tempo que essa carga. “A conta não bate, nunca terão funcionários suficiente para o tempo de funcionamento das unidades”, completou.

Foi abordada ainda a falta de estagiários na Secretaria, principalmente na inclusão dos estudantes com necessidades especiais. “Os alunos estão incluídos, mas sem os cuidados adequados nesse processo de aprendizagem nas escolas”.

O último ponto elencado pela dirigente do Sindsepa foi a falta de professores. “Mesmo tendo um concurso realizado, os profissionais ainda estão sendo chamados, mas a Prefeitura está demorando demais para efetivar e quando um professor precisa faltar não há substitutos suficientes. Eles estão resolvendo de forma ilegal, como, por exemplo, dividindo as turmas, colocando monitores ou inspetores para cuidar dos alunos, essa solução causa um grande prejuízo ao ensino”.  

Eliana finalizou sua participação dizendo que as falhas são passíveis de uma Ação Civil Pública e que o Sindicato vai tomar as medidas cabíveis para garantir as condições de trabalho ideais dos profissionais. “A Câmara é responsável por fiscalizar a Educação para garantir que tudo funcione corretamente, por isso estou aqui abordando o assunto”.

O Sindsepa está atento as necessidades da categoria e vai continuar fiscalizando. Estamos de olho!

JUNTOS SOMOS FORTES!
 

Endereço: Rua 7 de Setembro, 418 – Centro
CEP 13600-130
Tel: (19) 3542-6479